Home / Notícias Corporativas / Pesquisas apontam suplementos essenciais para veganos

Pesquisas apontam suplementos essenciais para veganos

A ascensão da dieta vegana tem despertado um interesse significativo, impulsionada por razões éticas, ambientais e de saúde, segundo relatório da SkyQuest, até 2028, o mercado vegano alcançará 34 bilhões de dólares. Com a exclusão de produtos de origem animal, surge a necessidade de alguns nutrientes essenciais e neste contexto, a suplementação emerge como estratégia inteligente para os veganos.

Entre os suplementos, destaque para a vitaminas B12 e a coenzima Q10, como aponta a pesquisa Lower plasma coenzyme Q10 concentrations in healthy vegetarians and vegans compared with omnivores de 2022 sobre a baixa concentração de Coenzima Q10 em vegetarianos e veganos, e a pesquisa “The importance of vitamin B12 for individuals choosing plant-based diets” também de 2022.

 

1. Vitamina b12: essencial para a saúde nervosa e mental

A vitamina B12, essencial para a saúde nervosa e formação de glóbulos vermelhos, é encontrada principalmente em produtos de origem animal. Sua deficiência está associada a neurológicos e psiquiátricos, aponta a pesquisa “Deficiência de vitamina B12 e transtorno depressivo refratário” publicada no Jornal Brasileiro de Psiquiatria 

Além disso, continua a mesma pesquisa do Jornal Brasileiro de Psiquiatria: “é relatado o caso de uma paciente com depressão refratária ao tratamento com antidepressivos que melhorou somente após a detecção e o tratamento da deficiência de vitamina B12”.

“Toda dieta com restrição necessita atenção, sou celíaco, intolerante ao glúten, falo por experiência própria. Sempre estou atento aos nutrientes. O mesmo ocorre aos veganos. Por isso, eu que estou à frente como diretor da área de desenvolvimento técnico da Lauton Suplementos, sempre pauto a representatividade, para termos produtos veganos e sem glúten”, afirma Talles Lauton, sócio e fundador da Lauton Suplementos

2. Coenzima Q10: Saúde cardiovascular e neurológica

A deficiência de ubiquinona (Coenzima Q10) tem sido observada em diversas doenças cardiovasculares e neurológicas. A CoQ10 tem forte influência no metabolismo lipídico, na oxidação dos lipídios do sangue, na inflamação vascular e nas membranas celulares. de células e neurônios cardíacos e arteriais, afirma estudo publicado no The Open Nutraceuticals Journal.

Contudo, uma pesquisa realizada no Japão com pessoas saudáveis, demonstrou que as concentrações plasmáticas de CoQ10 total foram significativamente mais baixas no grupo vegetariano/vegano em comparação com o grupo onívoro. O que aumenta a importância da suplementação, em que diversos estudos apontam inclusive a redução da fadiga em quem suplementa, como mostra o artigo publicado no jornal científico Complementary Therapies in Medicine

“Todas as restrições dietéticas, por ética ou por deficiência enzimática, requerem muito cuidado e atenção, além de exigir que as empresas que se proponham a atender essas particularidades sejam idôneas e sinceras, por representarem um papel muito importante na vida e na saúde das pessoas. Por exemplo no caso da deficiência de B12, uma pessoa ser enganada pode ter a vida posta em risco”, alerta e conclui Talles Lauton da Lauton Suplementos

About DINO

Check Also

Mercado de importação de pedras naturais segue em expansão

Nos últimos anos, as importações de pedras naturais para decoração e construção têm experimentado um …