Home / Notícias Corporativas / Realizar check-up odontológico evita doenças periodontais

Realizar check-up odontológico evita doenças periodontais

Cuidar da saúde bucal é tão importante quanto cuidar da saúde geral. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apenas 53% da população brasileira tem hábito de escovar os dentes duas vezes ao dia e usar o fio dental diariamente. O restante escova os dentes apenas uma vez ao dia e não utiliza fio dental, o que contribui para o aumento de cáries. 

A falta de hábitos de higiene bucal pode desenvolver sérios problemas cardíacos, segundo a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia). Portanto, realizar check-up odontológico regularmente é indispensável.

No Brasil, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 80 milhões de pessoas têm problemas de saúde bucal como o bruxismo, o que pode ocasionar fraturas e desgaste dos dentes, problemas periodontais e, até mesmo, a perda dentária. 

A Pesquisa Nacional de Saúde Bucal de 2019 (SB Brasil), realizada pelo IBGE, apontou que 14,1 milhões de brasileiros já perderam todos os dentes, cerca de 8,9% da população. Este ano, o Ministério da Saúde já iniciou a SB Brasil, que tem o objetivo de identificar as condições da saúde bucal da população e solicitar recursos para o setor.

De acordo com a ortodontista da Rede Odonto, Dra. Marina Ávila, o check-up odontológico é a realização de consultas periódicas para avaliar toda a cavidade oral. “E é muito importante que elas sejam feitas, pois são nessas consultas que o profissional consegue realizar procedimentos simples, mas fundamentais, como: limpeza, profilaxia, diagnósticos de doenças, avaliar a estética e a função dentária, solicitar exames radiográficos e passar orientações para cada paciente”, afirma.

A Dra. Ávilla ressalta que, na consulta periódica, é necessário analisar detalhadamente as gengivas, verificar a mobilidade dos dentes, examinar sua língua e sua forma de morder (oclusão), verificar a existência de cáries e infiltrações nas restaurações, verificar se há dentes quebrados ou trincados, fazer o exame radiográfico, identificar a presença de placa bacteriana e tártaro e orientar sobre a correta higiene bucal.

Ainda segundo a ortodontista, esse acompanhamento é indicado para pessoas de todas as idades, a cada 6 meses. “É claro que essa frequência depende de cada paciente e orientação do seu cirurgião-dentista. Lembre-se que estar em dia e regular as suas consultas é o que garante o seu sorriso saudável e bonito também”, destaca a dentista.

About DINO

Check Also

STF amplia licença-maternidade para trabalhadoras autônomas

Uma nova decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) ampliou, por seis votos a cinco, o …