Home / Notícias Corporativas / Programa Integração Comunitária de faculdade atende 13600 pessoas em Guapiaçu

Programa Integração Comunitária de faculdade atende 13600 pessoas em Guapiaçu

O Programa de Integração Comunitária (PIC) da faculdade de Medicina FACERES apresentou o resultado do ano 2023, dos atendimentos em diversas áreas de atuação da saúde, no município de Guapiaçu. O impacto na saúde e bem-estar da comunidade é resultado do tripé ensino-pesquisa-extensão.

O PIC impactou expressivamente a comunidade no ano de 2023, beneficiando 13.600 pessoas, através de projetos de extensão, visitas domiciliares, planos de intervenções e Projetos Terapêuticos Singulares.

Uma das ações realizadas foi a estratificação de riscos entre a população de hipertensos e diabéticos, composta por aqueles pacientes de baixo, médio e alto risco para doenças cardiovasculares, beneficiando 1179 pacientes, resultando em 824 prontuários estratificados, ou seja, analisados e identificados com a condição de saúde do paciente.

A Campanha de Saúde “Setembro Vermelho” registrou 276 atendimentos em Estratégia Saúde da Família. Segundo a médica cardiologista e professora da FACERES, Dra. Daiane Cassaro as doenças cardiovasculares são as que mais causam mortalidade. Por isso, é preciso ficar atento aos cuidados e prevenção. “Pressão alta, infarto, arritmia e insuficiência cardíaca são as principais doenças do coração. Manter uma vida saudável, com alimentação com mais frutas, verduras e menos alimentos processados, além de atividades físicas regulares são formas de prevenção”, explica a médica.

No mês “Outubro Rosa” foram realizados 207 atendimentos. O médico Gabriel Dumbra, professor da FACERES, ressaltou a importância das ações de prevenção e esclarecimento, já que o câncer de mama é o mais incidente no sexo feminino.

“O impacto fundamental é lembrar a mulher sobre a importância de manter hábitos saudáveis, fazer o autoexame nas mamas e mamografia regularmente”, reforça o especialista. Por isso, ações como essa são extremamente importantes”.

Para conscientizar sobre o câncer de próstata, alunos do 22º curso de Medicina abordaram os homens nas unidades de saúde e o CRAS de Guapiaçu, enfatizando a importância dos exames preventivos e da detecção precoce.

Fernanda Novelli Sanfelice, coordenadora de Extensão e do Programa, sublinhou a relevância do “Novembro Azul” na conscientização sobre a saúde masculina e na importância dos diagnósticos precoces, e informou que foram realizados 251 atendimentos em ESF.

“Os estudantes orientaram sobre a importância da prevenção, e incentivaram a população masculina correspondente à faixa etária sobre a realização de exames, enfatizando a conscientização para detecção precoce e cura da doença, além da sensibilização da saúde do homem de forma integral”, explicou Fernanda.

A professora explica que a desinformação faz com que o diagnóstico seja feito, na maioria das vezes, em fase avançada, dificultando as chances de cura. “Como previsto na vasta literatura médica, 90% dos cânceres de próstata detectados em fase inicial são curáveis. Portanto, não há dúvidas sobre a importância do “Novembro Azul” para a conscientização sobre o câncer de próstata e todas as questões relacionadas à saúde do homem”, afirma Fernanda.

Durante o ano de 2023 a faculdade promoveu a Caravana da Saúde no primeiro e segundo semestre. O diretor de Saúde da prefeitura de Guapiaçu, Bruno Henrique Ribeiro, destacou a importância do evento, afirmando: “A Caravana da Saúde enfatiza a prevenção e promoção da saúde, uma prioridade para o SUS e o Departamento de Saúde. Investir em medicina preventiva é fundamental, pois ajuda a orientar a mudança de hábitos e estilos de vida, o que certamente trará resultados a médio e longo prazo para a comunidade.”

Para o prefeito do município de Guapiaçu, Jean Carlos Vetorasso Filho, a importância da realização das Caravanas da Saúde, impactam positivamente a população. “As ações realizadas durante a realização dos eventos colaboram com a população, incentivando e orientando sobre mudança de hábitos para diminuir o risco de desenvolver doenças e muitas vezes detectando doenças preventivamente”.

Para a coordenadora, os resultados refletem o comprometimento contínuo da FACERES em promover a saúde e o bem-estar, demonstrando um impacto significativo e positivo na comunidade de Guapiaçu.

“Durante todo o período essas ações beneficiaram não somente a população, mas capacitaram os acadêmicos que puderam ter esse contato direto com os pacientes, impactando positivamente na formação de um médico generalista, humanizado e comprometido em melhorar a qualidade de vida da comunidade”, finaliza Fernanda.

 

About DINO

Check Also

João Luiz Muzinatti lança obra infantil que fala sobre medo

O autor João Luiz Muzinatti lançou, no dia 4 de dezembro de 2022, sua obra …