Home / Notícias Corporativas / Festas e eventos: setor tem expectativas positivas para 2023

Festas e eventos: setor tem expectativas positivas para 2023

Após um longo período de turbulência por conta da pandemia de Covid-19, quando mais de 350 mil eventos foram cancelados somente em 2020, afetando 97% das empresas do segmento, segundo a Abrape (Associação Brasileira dos Promotores de Eventos), o setor de festas e eventos está em fase de retomada e já tem resultados e perspectivas positivas.

Segundo estimativa da Abrafesta (Associação Brasileira de Eventos), o mercado espera movimentar R$ 40 bilhões em 2023, soma 62% maior do que a alcançada em 2019, antes da crise sanitária. Para este ano, o portal Feiras do Brasil prevê a realização de mais de 4 mil feiras e congressos em todo o país.

Em 2022, o setor – que é responsável por cerca de 4,32% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional – alcançou um crescimento de 400% em relação a 2020, ainda de acordo com os dados da Abrape.

Para Rafael de Albuquerque Fernandes, founder e CEO da Festejante – marketplace gratuito para usuários e fornecedores do setor de festas e eventos -, o segmento de festas e eventos vive um momento de demanda reprimida de quase três anos de agendas congeladas.

“Vários eventos e comemorações sociais que não aconteceram durante a pandemia agora estão sendo realizados. A perspectiva é de um ano de agendas cheias e retomada rápida do patamar pré-pandemia”, avalia.

Na visão de Rafael Fernandes, os marketplaces ajudam a impulsionar o setor de festas e eventos. “A digitalização do mercado impactou o segmento de forma positiva. Vale lembrar que, até então, a principal forma de divulgação de pequenos empreendedores do segmento era o boca a boca”. Segundo um levantamento da Visa Consulting & Analytics, cerca de 70 mil empreendimentos entraram para o comércio eletrônico apenas em 2020, no primeiro ano da crise sanitária.

O empresário conta que, com plataformas de marketplace, o pequeno empreendedor consegue ampliar o raio de atuação do seu negócio para outros bairros, ou até cidades, além de estar disponível em vários canais digitais sem a necessidade de investimento em criação de sites e divulgação em mídia – o que configura uma oportunidade de ampliação das vendas sem um investimento prévio.

“Fornecedores de festas e eventos que atuam com marketplaces têm a seu favor a visibilidade que esses espaços têm em ferramentas de busca, como o Google”, afirma Fernandes.

O CEO do Festejante destaca que, atualmente, o comportamento de compra começa com a busca de um fornecedor pela internet: “Buscas como ‘Bolo para festa infantil Rio de janeiro’, são oportunidades claras de venda que só são possíveis com a publicação online dos produtos e serviços.”, diz ele.

Para mais informações, basta acessar: https://festejante.com.br/

About DINO

Check Also

Domus Academy lança quatro novos programas

Num cenário onde a dinâmica global é moldada por mudanças constantes, impulsionadas pela ascensão da …