Home / Notícias Corporativas / Turismo em Foz do Iguaçu: atrações vão além das Cataratas

Turismo em Foz do Iguaçu: atrações vão além das Cataratas

Quando o assunto é turismo em Foz do Iguaçu (PR), a associação com as Cataratas e o Parque das Aves torna-se automática. O município, no entanto, tem atrativos que vão além desses dois.

O centro de Foz do Iguaçu oferece amplas opções de comércio, gastronomia e tem até mesmo monumentos históricos. Uma mistura de passeio, varejo, tradições e cultura que refletem a diversidade de uma cidade de 109 anos, lar de mais de 285 mil pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“A região central é espetacular para quem gosta de compras. Desde as feiras de artesanato até os modernos shoppings, você encontra de tudo um pouco. A Avenida Brasil, o coração pulsante do centro, está repleta de lojas, restaurantes, bares e uma energia contagiante, fazendo dela o local ideal para experimentar sabores locais e sentir a essência da cidade”, destaca Ricardo Aly, diretor de vendas do Nacional Inn Hotéis, que tem uma unidade justamente no centro de Foz do Iguaçu.

Em relação à gastronomia, Ali explica que a cidade oferece opções de pratos que misturam influências do mundo inteiro. Churrascarias com diversos cortes de carne, cozinha italiana, árabe, libanesa, japonesa e franquias de fast food são alguns exemplos.

“Você pode passear pelas ruas do centro de Foz do Iguaçu e, num piscar de olhos, atravessar a fronteira para Ciudad del Este, uma verdadeira meca do comércio internacional”, menciona Aly, referindo-se à cidade paraguaia vizinha ao município paranaense.

Esse fato, na opinião de Aly, torna Foz muito mais atrativa e vantajosa para diferentes perfis de viajantes: desde aqueles que viajam em busca de aventuras até aqueles que vão com a família para fins de lazer e compras.

Próximo ao centro, o visitante pode conhecer a Avenida Pedro Basso, constituída por um túnel de árvores – frequentemente, a via é palco de ensaios fotográficos.

Templos religiosos

Detentora da segunda maior comunidade árabe do Brasil (atrás apenas da cidade de São Paulo), Foz do Iguaçu abriga a Mesquita Omar Ibn Al-Khattab, como lembra Aly. O templo religioso foi inaugurado em 1987, não muito distante da região central e chama a atenção dos visitantes pelo valor cultural e arquitetônico. 

Segundo informações da Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, “foi um projeto audacioso para a época, com a execução do maior vão livre de cúpula em concreto armado da América Latina”. A estrutura tem capacidade para 580 pessoas.

A cidade paranaense abriga ainda duas outras construções que, embora não se localizem no centro, se destacam pela arquitetura: a Catedral Nossa Senhora de Guadalupe e o Templo Budista Chen Tien. Este último foi erguido em 1996 pela comunidade chinesa da tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, informa a secretaria. O local possui três estátuas de Buda, um templo principal com dois mil metros quadrados, entre outros atrativos.

“A intersecção de culturas e oportunidades faz com que Foz do Iguaçu seja um verdadeiro ponto de convergência para o turismo”, sintetiza Ary, reforçando que há muito a ser explorado pela cidade.

Para saber mais, basta acessar: https://www.nacionalinn.com.br/hotel/39/dan-inn-express-foz-do-iguacu

About DINO

Check Also

STF amplia licença-maternidade para trabalhadoras autônomas

Uma nova decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) ampliou, por seis votos a cinco, o …