Home / Notícias Corporativas / Profissão ator: atriz fala sobre o trabalho e dá dicas de como e onde começar

Profissão ator: atriz fala sobre o trabalho e dá dicas de como e onde começar

Téspis, de Icária, foi o primeiro ator que desempenhou vários papéis, simultaneamente, em suas peças, segundo fontes da Grécia Antiga, em especial, Aristóteles. Com o passar dos séculos, o teatro passou por muitas transformações e os atores ganharam outros meios para trabalharem com a arte. Em 1895 surgiu o cinema. A primeira telenovela no Brasil foi exibida na TV Tupi de São Paulo em 1951 e o streaming atual de filmes, como é conhecida hoje, começou a operar nos Estados Unidos em 2007, chegando no Brasil em 2011.

Ainda que a arte de atuar exista há séculos, no Brasil passou a ser profissão regulamentada em 1978, o que exige que a pessoa interessada busque formação em um curso de nível técnico ou superior e obtenha um registro na Delegacia Regional do Trabalho (DRT).  Com ele, é possível exercer a função em programas de TV, filmes no cinema ou peças de teatro. Os atores amadores, que não possuem registro, podem trabalhar apenas como figurantes ou personagens sem fala nestas produções, segundo dados do SEBRAE.

De acordo com a atriz e apresentadora Mariana Queiroz, formada pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) e que soma no currículo participações em novelas da Globo e da Record, bem como experiência no teatro e em longa-metragem, para se um ator é preciso muito estudo  e dedicação. ”O ideal é buscar escolas profissionalizantes, faculdades, cursos reconhecidos, que deem uma base para interpretação. Este é sem dúvida o melhor caminho para quem busca entrar na área de forma profissional”, afirma.

Porém, a atriz ressalta que para seguir na profissão o diploma e o registro profissional não são suficientes. “Muitas pessoas acreditam que a profissão é só glamur, mas é preciso ter muita persistência, ler muito, amar  o que faz, porque o caminho apresenta muitos desafios”, frisa Mariana, que dá 8 dicas para quem busca se preparar para a carreira:

  • Idade: Não existe idade certa pra ser ator e atriz porque existem papeis para todas as idades. A pessoa pode começar a galgar trabalhos como ator a qualquer momento;
  • Pouca Experiência: testes para comerciais podem ser uma opção para quem não tem experiência ou tem pouca. Mas para trabalhos em TV, são raras as oportunidades;
  • Olheiros: aquela pessoa que descobre artistas em potencial até existe, mas quem quer se tornar ator não deve contar com esse caminho, pois não é muito certo. As chances podem até aumentar para quem é blogueiro famoso, modelo, um ex-BBB, ainda assim, é preciso estudar muito;
  • Os testes: são por meio de agências. É preciso cadastrar o material, o portfólio, fotos, currículo, monólogos, vídeos de interpretação,  para passar a receber convites para os testes;
  • Peças de teatro, novela e cinema: é preciso estudar muito. Ter um bom network também é importante. Além disso, cursos técnicos e de formação, ou por meio de peças de teatro amadoras, que é uma maneira para começar a ter contato com a arte, são caminhos para chegar aos trabalhos. Assim, os convites para testes também podem começar a surgir, bem como a oportunidade de enviar o material de trabalho para pessoas importantes do meio, que podem se interessar pelo artista para projetos futuros;
  • Características: não existem características especificas para se tornar ator, e sim, comprometimento, estudo e muita dedicação, persistência e querer sempre aprender mais para se tornar um profissional de excelência. Muitas vezes os atores precisam saber outros idiomas, outras artes que possam complementar a carreira, assim como a dança e o canto;
  • Responsabilidades: Ser culto. É necessário ler bastante. O ator é um profissional da comunicação e é preciso saber falar sobre vários assuntos, pois ele também é um formador de opinião que, por meio da sua arte, do seu trabalho, traz muitas reflexões para quem o assiste, o acompanha. A profissão de ator não serve apenas para entreter, mas também é capaz de provocar reflexões na sociedade, com pautas necessárias, através de  trabalhos mais profundos;
  • Vocação: o teste vocacional para ser ator é a pessoa começar a fazer arte. São tantos obstáculos que a própria profissão seleciona quem vai ter vocação para continuar ou não. Como disse Fernanda Montenegro para quem quer ser ator: “Desista. Porém, se não conseguir ficar longe da arte, se sentir que está para  morrer porque não está fazendo isso, se adoecer, se ficar em tal desassossego que não tem nem como dormir, aí volte, mas se não passar por esse distanciamento e pela necessidade dessas tábuas, não é do ramo! Não é do ramo!”;
  • Cursos: o ideal é escolher cursos renomados com bons professores, de duração mediana, no mínimo. Cursos rápidos não são indicados para quem quer ser ator profissional. Diversas cidades do Brasil oferecem formação para atores em escolas particulares de artes, bem como curso de Artes Cênicas disponível em faculdades e universidades.

About DINO

Check Also

STF amplia licença-maternidade para trabalhadoras autônomas

Uma nova decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) ampliou, por seis votos a cinco, o …