Home / Notícias Corporativas / Dicas para escolher o revestimento perfeito para pisos e paredes

Dicas para escolher o revestimento perfeito para pisos e paredes

A estética do porcelanato é sempre um fator determinante na hora de escolher os revestimentos para cada ambiente, mas além da forma e de um padrão que combine perfeitamente com o estilo pretendido na decoração, é preciso atentar para a função de cada peça, acertando também nos requisitos técnicos, que vão garantir segurança para os usuários e durabilidade máxima, seja a aplicação destinada aos pisos ou paredes.

Francine Nuernberg, arquiteta da Portinari explica que o porcelanato é um dos revestimentos mais populares, por ser um produto com baixa absorção de água, cerca de 0,05%, oferecendo várias opções e estilos, que podem reproduzir o mármore a madeira e o concreto. O tipo de aplicação dependerá da resistência do material.

“A escolha do consumidor deve ser guiada pelas Classes de Uso, que é a classificação relacionada a um conjunto de características técnicas, como PEI (Porcelain Enamel Institute), resistência ao risco, manchamento e desempenho de produto”, conta.

Os revestimentos cerâmicos podem ser classificados de 1 a 6, havendo ainda classificação PP para porcelanatos técnicos de uso amplo, ou seja, paredes e pavimentos de todas as dependências residenciais e comerciais de tráfego intenso.

“Aqui, é importante lembrar que o revestimento de Classe de Uso 1 é para aplicação exclusiva em paredes, não podendo ser aplicado em pisos, em nenhuma hipótese. Nas demais classificações, no entanto, o uso é misto, conforme a necessidade do ambiente”, ressalta a especialista.

Para uma casa, por exemplo, a Classe de Uso 1 indica o produto ideal para uso em paredes internas. A Classe de Uso 2 agrupa produtos para uso em paredes internas e externas. A Classe de Uso 3 é apenas para produtos a serem utilizados em dependências residenciais internas, sem comunicação com o exterior.  A Classe de Uso 4 é para todas as dependências residenciais. A Classe de Uso 5 atende a todas as dependências residenciais de tráfego médio, quando pensamos em pisos, e a Classe de Uso 6 atende todas as dependências residenciais de tráfego intenso.

“Na hora do consumidor definir o revestimento de piso e parede esse guia vai ajudar na escolha correta e mostrar as opções que atendem a cada situação, sempre levando em consideração a necessidade do usuário, seja na manutenção, seja na segurança”, explica Francine.

About DINO

Check Also

Cirurgião plástico explica o que é o sutiã interno

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, existem diferentes procedimentos que podem modificar …