Home / Notícias Corporativas / Brasileiros investem em Portugal em troca de visto europeu

Brasileiros investem em Portugal em troca de visto europeu

Portugal é conhecidamente o destino mais procurado por brasileiros que querem construir uma vida nova no outro lado do hemisfério. Dos 700 mil estrangeiros que vivem no país europeu, cerca de 30% são brasileiros, segundo dados do Serviço de Fronteiras e Estrangeiros de Portugal. De acordo com o órgão, a nacionalidade mais presente nas terras lusitanas é a brasileira, com população quatro vezes maior do que a dos ingleses, por exemplo, que formam a segunda maior comunidade estrangeira no país.
 
A escolha dos brasileiros por Portugal pode ser facilitada pela língua semelhante, mas há, ainda, um outro fator que pode influenciar no processo de decisão: a possibilidade de conseguir um visto permanente através de investimentos, conhecido como “Golden Visa”. A modalidade funciona como uma espécie de visto especial, concedido aos estrangeiros que estão dispostos a investir na economia portuguesa.
 
De acordo com Hellen Garcia, advogada do escritório Bastos Freire Advocacia, em Lisboa, para que os brasileiros consigam a cidadania portuguesa através do “visto gold” é preciso investir cerca de 250 mil euros: “O investimento mínimo de duzentos e cinquenta mil euros equivale a quase um milhão e meio de reais, mas pode ser ainda maior”, diz.
 
Segundo a advogada, o próprio cidadão pode escolher qual investimento será feito. “Existem duas possibilidades para o destino do dinheiro: o montante pode ser utilizado para realizar a compra de um imóvel cujo preço atinja o valor mínimo estabelecido por Portugal ou, então, ser alocado no país através da transferência do capital. Esse valor pode ser investido em empresas e no mercado de capitais, por exemplo”, completa Hellen.
 
Entre investimentos em imóveis e transferências de capital para o país, a modalidade que possibilita que estrangeiros obtenham cidadania portuguesa já foi concedida a mais de mil brasileiros desde o início do “visto gold”. A iniciativa existe desde 2012 e já movimentou mais de 6,6 bilhões de euros. A quantia investida, em sua maioria, parte de chineses, brasileiros e turcos. Juntos, eles somam mais de 60% de todos os vistos gold emitidos nos últimos 10 anos pelo país.
 
Ao todo, são mais de 18 mil cidadanias concedidas aos investidores estrangeiros e membros da família. Com a modalidade do visto, os estrangeiros aptos a receberem a cidadania têm direito a residência no país para viver, trabalhar e viajar para vários países da União Europeia como Alemanha, Bélgica, Espanha, Itália, França, entre outros, desde que façam parte do Espaço Schengen.

About DINO

Check Also

Empresa explica sobre como evitar a queda de tensão

A queda de tensão é um problema que pode causar diversos transtornos para a instalação …