Home / Notícias Corporativas / Receita de PMEs cresce 17% com vendas on-line no Dia dos Namorados

Receita de PMEs cresce 17% com vendas on-line no Dia dos Namorados

O comércio eletrônico teve um papel de destaque nas vendas para o Dia dos Namorados deste ano, sobretudo para as PMEs (Pequenas e Médias Empresas), conforme balanço realizado pela Nuvemshop. O levantamento aponta que a receita das empresas avançou 17% em relação a 2021, alcançando um faturamento total de R$ 161,5 milhões. No ano precedente, essas empresas faturaram R$ 137,4 milhões. 

De acordo com a análise, os negócios do setor venderam 2,6 milhões de produtos entre o final de maio e início de junho, com um ticket médio de R$ 248,80. Em 2021, foram comercializados 2,5 milhões de itens, com o ticket médio de R$ 221,00 – uma alta de 12% no valor médio gasto em cada compra virtual, conforme publicado pelo portal E-commerce Brasil. Os segmentos de Moda, Acessórios e Saúde & Beleza lideraram as vendas.

Para Cássio Borges, sócio da CODE Brincos Masculinos, e-commerce de acessórios voltados para homens, os resultados do balanço da Nuvemshop que apontam os resultados alcançados pelo segmento de Moda, Acessórios e Saúde & Beleza demonstram que o Dia dos Namorados é a data comercial em que as pessoas mais se preocupam em gastar com a aparência estética.

“A aparência estética já é algo bem próximo dos homens. Ao longo de todo ano, nota-se uma preocupação constante e regular em cuidar bem do corpo, cabelos e roupas, entre outros”, afirma.

A fala do empresário é corroborada por números: segundo um estudo encomendado pela Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), e divulgada pela VC/SA, oito entre dez homens acreditam que “foi-se o tempo em que só as mulheres se preocupavam com a beleza”. Além disso, quase metade (43%) dos participantes se identificaram como “supervaidosos”.

Dia dos Namorados amplia preocupação estética

Borges afirma que o Dia dos Namorados é uma data que leva os homens a terem maior cuidado com a aparência. “Há uma procura maior por parte do público masculino nesta época do ano. Hoje, o Dia dos Namorados é uma data em que preconceitos antigos sobre homens usarem produtos cosméticos, bijuterias, joias e colares, entre outros, já foram superados”, afirma Borges.

Nessa data, prossegue, as mulheres são as grandes responsáveis em apresentar novos produtos e novas marcas para os homens. “De fato, há uma demanda maior e trabalhamos novidades especiais para essa data”, completa.

Na visão do sócio da CODE Brincos Masculinos, a quantidade de perfis de influenciadores digitais criando conteúdo sobre moda e tendências também contribui, ainda mais, para esse movimento.

Com efeito, resultados de uma pesquisa realizada pela Opinion Box apontam que 67% dos usuários do Instagram no Brasil seguem algum influenciador digital, 55% já fizeram uma compra depois que um produto foi indicado – ou utilizado – por um influencer e 18,5% já foram sugestionados durante seu processo de decisão de compra. “Existe uma identificação [dos homens com os produtos de moda]: não é mais alguém inatingível ditando o que deve ou não ser usado”, complementa Borges.

Para mais informações, basta acessar: https://www.codebrincosmasculinos.com.br/

About DINO

Check Also

Pesquisa revela que maioria dos brasileiros estava com sobrepeso em 2021

Uma pesquisa realizada pelo Vigitel, revelou que, em média 57,25% da população do Brasil estava …