Home / Notícias Corporativas / Viapol dá dicas para combater mofo e bolor em imóveis

Viapol dá dicas para combater mofo e bolor em imóveis

Problemas como umidade podem comprometer não somente a saúde dos moradores, mas também a valorização do imóvel. O estado de conservação de uma propriedade é um dos fatores que deprecia o seu valor de venda. Por isso, alguns cuidados simples podem garantir um espaço físico seguro e saudável, além de manter o imóvel com um ativo financeiro valorizado. A Viapol, marca que atua no desenvolvimento de soluções para construção civil, traz dicas para evitar umidade e mofo, além de indicar como lidar com esses problemas.

Quais são as causas do mofo? 

O mofo e o bolor proliferam em ambientes com água e umidade. Sendo assim, para que o mofo não se desenvolva é necessário manter os ambientes sempre secos. Um bom sistema de impermeabilização, combinado com um ambiente bem ventilado e com luz solar, pode acabar com a ação da água de maneira prolongada, garantindo a salubridade dos moradores. O ideal é planejar desde a fundação da obra para mitigar os problemas no futuro. Para isso, quem está construindo deve pensar em um sistema de impermeabilização desde a fundação, levando em consideração as características do terreno e da obra.  

Como prevenir? 

Para a Gerente de Produtos da Viapol, Solange Olímpio, a prevenção é muito mais econômica do que a correção. “Se incluirmos a impermeabilização desde a fundação das nossas casas, o custo de estanqueidade é baixo considerando o valor total da obra”, diz Solange. A Gerente explica que os ambientes mais propícios ao mofo, bolor e bolhas são: quartos, cozinhas e banheiros. 

Solange ainda indica que para prevenir mofo e bolor na residência é importante realizar ações preventivas. “Uma das dicas é investir numa impermeabilização adequada e quando possível um projeto arquitetônico que contemple a impermeabilização, visando evitar a umidade ou ação da água na edificação. Uma vez que o mofo já é uma patologia, é necessário implementar as ações corretivas para mitigar o efeito das causas”, diz a executiva.  

Cinco dicas para eliminar a umidade e o mofo de residências 

  • Identificar a origem da umidade:  presença de manchas de umidade no forro, nas paredes próximo do teto e próximo aos pisos; certificar-se de que não há algum vazamento nas lajes; e verificar se não há uma calha quebrada ou uma telha rachada; 
  • Escolha de um produto de impermeabilização: selecionar o produto ideal para o ambiente e para o problema. Levar em conta a qualidade do produto e da mão de obra, para que o problema realmente seja eliminado; 
  • Manter os ambientes bem ventilados: ter uma boa circulação do ar reduz as chances de umidade no ambiente; 
  • Fazer a manutenção regular: Observar e monitorar os ambientes periodicamente. Assim que identificado um foco de umidade, é preciso lidar o quanto antes.   

Dica de especialista Viapol – De olho na saúde 

A umidade vai muito além de ter um ambiente feio e com manchas nas paredes ou no teto. O mofo ou o bolor podem causar problemas respiratórios aos seus moradores de maneira silenciosa. Na edificação, o mofo e o bolor podem causar depreciação, perda de resistência do reboco e um prejuízo estético ao ambiente. 

A Gerente de Produtos da Viapol esclarece que o ideal é que desde o início da obra seja utilizado o produto correto para cada etapa. “Para melhorar o desempenho da massa em qualquer ambiente da casa, indicamos também o uso de produtos que possam garantir aderência, plasticidade, trabalhabilidade para a sua obra desde o começo”, diz Solange.

About DINO

Check Also

Empresa explica sobre como evitar a queda de tensão

A queda de tensão é um problema que pode causar diversos transtornos para a instalação …