Home / Casa / O que cultivar, plantar em sua Horta em casa

O que cultivar, plantar em sua Horta em casa

Um bom incentivo ao consumo de vegetais no seu dia a dia é a horta em casa

Foto: Getty Images

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma horta cultivada em casa garante uma alimentação saldável ao seu cotidiano, é um incentivo ótimo para inclusão de vegetais e hortaliças completamente livres de agrotóxicos em suas refeições. Além de um grande benefício à alimentação saudável para sua família e principalmente para as crianças.

“Para quem tem crianças em casa, o encantamento delas ao ver o desenvolvimento de uma planta, pode tornar o consumo destas plantas muito mais prazeroso”, aponta Renata Rodrigues Bonazzi, idealizadora do projeto Horta Zen.

Um dos melhores benefícios de se ter uma horta em casa é a oportunidade de desenvolver atividades com sua família e filhos, ensinando valores e lições de responsabilidades com o meio ambiente e a natureza.

Além de vantagens para sua saúde ter uma horta em casa beneficia também o seu orçamento: plantando e colhendo seus vegetais em casa, você evita o gasto nos supermercados e feiras. Uma coisa bem legal também é em relação a decoração de sua casa, que ganha um verde a mais seja interna ou externamente deixando seu ambiente mais arejado e confortável.

Vale lembrar que além de todas as vantagens que foram ditas, o cultivo de uma horta caseira é bem simples. Dedique um pouco de tempo e cuidado com irrigação e adubagem, observe a saúde das plantinhas ficando atento as suas necessidades você terá sempre alimentos de qualidade que fazem a diferença na alimentação de sua família.


Onde plantar

Horta em casa
Foto: Getty Images

Pouco espaço não é motivo para não fazer sua horta! Apartamento ou casas que não tem um quintal amplo podem fazer sua horta naquele cantinho que você nem usa, o importante é que este espaço receba algumas horinhas de sol direta.

“Se o apartamento tiver muita insolação, como sol durante todo o dia, você pode ter uma horta completa, com ervas, hortaliças, leguminosas, etc. Mas, se bater poucas horas de luz, é possível plantar algumas ervas e temperos em varandas, sacada ou janelas”, indica Ana Paula Souza, arquiteta e idealizadora da Hortinha.

Alguns pontos que você precisa levar em consideração na hora de escolher o modo de plantar sua horta é o espaço, as espécies que deseja plantar e o local que melhor orna com a decoração e estilo da sua casa. Veja algumas formas para crescer sua “plantação”:

  • Direto na terra: ideal para quem tem quintal com espaço, nesse modelo tradicional as sementes ou mudas são plantadas direto na terra.
  • Vasos: vasos são alternativas práticas tanto para quem mora em casa quanto em apartamento, com várias opções de tamanhos, materiais, formatos e cores.
  • Embalagens recicladas: garrafas pet, latas de refrigerante ou alimentos, caixas de leite, potes de vidro. É uma saída barata, rápida e sustentável.
  • Floreiras: oferecendo um bom espaço, as floreiras são ótimas para uma horta compacta em pequenos espaços.
  • Caixas de madeira: espaçosos e baratos, caixotes de madeira e paletes podem ser boas escolhas.
  • Horta vertical: ideal para quem mora em apartamento, esse modelo consiste em montar a horta aproveitando espaços próximos a paredes. A horta vertical pode ser plantada em vasos, embalagens recicladas, estruturas de madeira e sapateiras.

Lembrando que escolher vasos, potes, caixas, garrafas e recipientes do tipo, sejam para hortas horizontais ou verticais, faça pequenos furos no fundo para que a água não se acumule no solo.

Veja abaixo algumas fotos de ótimas ideias de como fazer sua horta caseira.

      

Não se esqueça de colocar sua horta no local com maior iluminação natural possível, com pouca umidade e que não sejam atingidos por ventos fortes pois pode ser que algumas plantas se prejudiquem.

O que plantar

Horta em casa
Foto: Getty Images

Você pode escolher entre uma variedade grande de vegetais, ervas, temperos e verduras que podem ser plantadas em casa. Veja abaixo algumas opções e modo de plantio e escolha a que melhor se encaixa no espeço que você tem disponível.

1. Hortelã

Como plantar: a hortelã pode ser plantada por mudas ou sementes, conforme a espécie. É aconselhado fazer o plantio em um local sem ação de ventos fortes, uma vez que estes podem prejudicar o crescimento da planta.

Quando plantar: embora a planta seja resistente a mudanças de clima, o ideal é plantar durante a primavera ou outono, quando as temperaturas são mais amenas.

Cuidados e quando colher: é preciso manter o solo adubado e irrigado, além de controlar o crescimento de ervas daninhas. A colheita pode ser feita a qualquer momento, tanto pela haste quanto apenas de algumas folhas. Ao colher pela haste, corte-a acima do primeiro par de folhas.

2. Salsinha

Como plantar: as sementes podem ser plantadas em recipientes com profundidade de, pelo menos, 30 cm, para favorecer o desenvolvimento das raízes. Para agilizar a germinação, uma dica é deixar as sementes de molho em água por um dia antes de plantá-las.

Quando plantar: a salsa pode ser plantada em qualquer época do ano, de preferência aproveitando dias em que não faça calor ou frio excessivo.

Cuidados e quando colher: mantenha o solo sempre bem irrigado e planeje adubações frequentes. A colheita pode ser feita, em média, de dois a três meses após o plantio. As folhas devem ser colhidas inteiras.

3. Manjericão

Como plantar: pode ser plantado em sementes já nos lugares definitivos ou para ser transplantado com cerca de 10 a 15 cm. Mudas podem ser feitas a partir de ramos de plantas adultas; neste caso, o comprimento deve ser de em média 15 cm e o ramo deve ser mergulhado em água até que as raízes se formem.

Quando plantar: o manjericão não tolera baixas temperaturas. O ideal é plantá-lo em épocas quentes, com temperaturas acima de 18º C.

Cuidados e quando colher: as folhas podem ser colhidas após dois ou três meses do plantio. A irrigação deve ser constante, mantendo o solo sempre com umidade média.

4. Tomatinho cereja

Como plantar: plantado em sementes. Caso opte por fazer o transplante, faça isso quando as plantas atingirem aproximadamente 10 cm de altura.

Quando plantar: a melhor época para o plantio do tomatinho cereja é no início da primavera.

Cuidados e quando colher: a colheita pode ser feita entre 60 e 70 dias após o plantio, quando os frutos estiverem maduros. Caso o peso dos frutos comece a envergar o caule, ate uma estaca para sustentar a planta.

5. Morango

Como plantar: pode ser plantado em vasos e outros recipientes facilmente por não possuir raízes profundas. É mais comum o plantio de mudas, mas também pode ser platado em sementes.

Quando plantar: prefira dias frescos e nublados para realizar o plantio, especialmente na época que compreende o fim do verão até o fim do outono. O morango desenvolve melhor os frutos quando as temperaturas não são muito elevadas.

Cuidados e quando colher: para produzir mais frutos, corte os estolhos assim que eles surgirem. Colha quando os frutos estiverem maduros, o que ocorre de 60 a 80 dias após o plantio.

Confira abaixo outras opções que você pode cultivar

Cebolinha – Alecrim – Alface – Couve – Brócolis – Espinafre – Agrião – Repolho – Cenoura – Beterraba – Rabanete – Abóbora – Abobrinha – Pepino – Batata

5 passos para cultivar

Horta em casa
Foto: Reprodução / Horta Zen

É vital seguir alguns cuidados para que o cultivo tenha sucesso do plantio à colheita, confira:

  1. Iluminação

Pequenos espaços podem render ótimas hortas, mas para que as plantas tenham um bom desenvolvimento é preciso observar a iluminação do local. “Para o cultivo de hortaliças precisamos de, no mínimo, cinco horas de luz do sol direta por dia, pode ser no período da manhã ou da tarde. Não coloque na sombra ou luz indireta”, aconselha Caroline Reyes, agrônoma da Embrapa Hortaliças (Brasília/DF).

  1. Irrigação

“Deve-se irrigar os vasinhos sem deixar escorrer água embaixo. A água em excesso causa a lixiviação do solo, ou seja, lava o solo, levando os nutrientes embora. O ideal é irrigar de modo que nunca escorra água”, ensina a agrônoma.

“Difícil dizer quanto e quando irrigar. Varia de planta para planta, de clima para clima. Em geral, sugerimos regas diárias ou a cada dois dias. De preferência, no início da manhã ou fim da tarde quando não há incidência de sol sobre a horta”, indica Renata.

Na hora de regar, a dica de Renata é direcionar a água com proximidade da raiz e evitar jogá-la “por cima”, de modo que a água não entre em contato com as folhas. “Isto pode evitar que alguma doença que já esteja nas folhas prolifere para o resto da planta”, explica.

  1. Preparação do solo

A preparação do solo é um passo importante para seguir antes de dar início ao plantio dos vegetais. É preciso garantir que o solo da horta seja rico em nutrientes e matéria orgânica para que as plantas cresçam com saúde e resultem em hortaliças de qualidade.

A agrônoma da Embrapa Caroline Reyes indica uma mistura que leva quatro tipos de ingredientes: 50 litros de terra, 100 gramas de cal hidratada, adubo orgânico (17 litros de esterco de galinha ou 34 litros de esterco de gado) e adubo químico (200 gramas de NPK 4-14-8 ou 100 gramas de NPK 4-30-16).

Já a indicação de Renata Rodrigues Bonazzi, do Horta Zen, é um composto de três partes: 1/3 de terra preta, 1/3 de um mineral chamado vermiculita e 1/3 de matéria orgânica, que pode ser esterco de aves, húmus de minhoca ou outros compostos.

  1. Adubação

Manter o solo da horta rico em nutrientes através da adubação vai ajudar a formar plantas mais bonitas, viçosas e bem desenvolvidas.

“As hortaliças são muito exigentes em nutrição, por isso, além do solo previamente preparado, depois que as plantinhas estiverem crescendo é necessário fazer adubações complementares a cada 15 dias”, pontua Caroline. Além desse cuidado, Renata recomenda que a cada colheita, o solo seja adubado antes de receber o plantio de um novo vegetal.

  1. Colheita

“A planta não precisa estar no seu desenvolvimento máximo para iniciar a colheita. Você pode colher antes”, aponta Renata. Segundo a especialista, colher antes do desenvolvimento máximo pode proporcionar algumas vantagens, como o incentivo para que a planta cresça mais e a liberação de espaço para o desenvolvimento das plantas vizinhas, além de maior rapidez de consumo.

 Onde comprar sementes

Foto: Getty Images

Os vegetais da horta podem ser plantados em mudas ou sementes. Quem optar por trabalhar com sementes pode encontrar vários sites para fazer a compra sem sair de casa! Confira algumas opções:

  • Leroy Merlin: aqui você pode encontrar sementes e bulbos para plantar tipos variados de legumes, verduras, frutas, temperos e ervas medicinais.
  • Toca do Verde: comercializa sementes de hortaliças, frutas, temperos e ervas medicinais de vários tipos. Também é possível encontrar outros produtos que podem auxiliar no cultivo da horta, como adubos orgânicos.
  • Planeta Sementes: uma grande variedade de sementes de ervas, temperos, especiarias, frutas, hortaliças e vegetais. Além disso, o site oferece opções de sementes orgânicas de várias espécies de plantas.
  • Semente Rara: aqui você também pode encontrar sementes orgânicas, além das tradicionais opções de sementes de legumes, verduras, frutas, ervas e temperos.
  • Compremudas: oferece opções de sementes de frutas, hortaliças, temperos e ervas. Tem também algumas opções de insumos, como a vermiculita.
  • Garden Mania: trabalha com uma boa variedade de sementes de vegetais, frutas, pimentas e ervas.

Vale ressaltar que é possível começar uma horta mesmo em casas pequenas e apartamentos – tudo o que você precisa é de um cantinho que receba algumas horas de luz natural e investimento de tempo para cuidar das plantas. Anote as dicas e comece a usufruir dos benefícios de ter uma horta caseira!

Fonte: Dica de mulher







 

About acuriosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: